PUBLICIDADE
Notícias

Rica herdeira de Mônaco morre 15 dias após ser baleada

A herdeira levou dois tiros quando estava em seu automóvel

07:20 | 21/05/2014
Uma das mulheres mais ricas de Mônaco, Helene Pastor, morreu nesta quarta-feira no hospital de Nice, sul da França, onde estava internada desde 6 de maio, quando foi baleada.

Helene Pastor, 77 anos, recebeu dois tiros quando estava em seu automóvel. O autor do ataque conseguiu fugir com um cúmplice.

O motorista de Helene Pastor, Mohamed Darwich, 64 anos, foi gravemente ferido no ataque e faleceu em 10 de maio.

Helene Pastor era uma das herdeiras de uma dinastia monegasca, fundada por seu avô italiano Jean-Baptiste e desenvolvida por seu pai Gildo.

A família construiu sua fortuna no mercado imobiliário do principado.

A investigação da promotoria de Marselha relaciona o crime a um homem que, aparentemente, chantageava a família Pastor.

O suspeito, que alegava ter informações importantes e pedia uma grande quantia de dinheiro em troca, foi detido e será julgado em junho.
AFP

TAGS