PUBLICIDADE
Notícias

Ucrânia ordena que grupos armados entreguem arsenais

10:50 | 01/04/2014
O Parlamento da Ucrânia aprovou nesta terça-feira uma resolução ordenando que grupos armados formados durante o período de protestos que derrubou o presidente Viktor Yanukovich em fevereiro entreguem imediatamente suas armas. A polícia ucraniana tem tentado há semanas desarmar grupos que ajudaram a depor Yanukovich, mas o Parlamento salientou que mais esforços precisam ser feitos para manter a segurança do país sob controle.

"Devido à extraordinária situação social e política no país, a um aumento no crime e às provocações sistemáticas por cidadãos estrangeiros no sudeste da Ucrânia e em Kiev (...), o ministério do Interior e os serviços de segurança precisam imediatamente desarmar grupos armados ilegalmente", aponta a resolução.

O novo governo em Kiev tem lutado para conter uma pequena facção de nacionalistas de extrema-direita que participaram do levante armado, mas recentemente entraram em confronto com a polícia e foram acusados de envolvimento em ataques a bancos e escritórios em todo o país. Na noite de segunda-feira, um tiroteio perto da sede do Pravy Sector (Setor de Direita), um conhecido mas pequeno grupo nacionalista, deixou três pessoas feridas, segundo a polícia ucraniana.

Autoridades russas têm retratado a Ucrânia como um país dominado por bandidos armados e antigoverno na sequência dos protestos que tiraram Yanukovich do poder e afirmam que essa situação colocou os russos étnicos na Ucrânia sob ameaça.

O governo ucraniano diz que essas alegações são exageradas. Autoridades do país afirmam que os confrontos em cidades com russos étnicos no leste da Ucrânia nas últimas semanas foram inflamados por provocadores enviados pela Rússia e disseram ter interceptado supostos agentes russos tentando entrar no país com armas. A Rússia negou qualquer envolvimento com os presos. Fonte: Dow Jones Newswires.

TAGS