PUBLICIDADE
Notícias

Turquia quer estimular projetos de infraestrutura

12:20 | 21/04/2014
Istambul, 21/04/2014 - O Tesouro da Turquia vai começar a oferecer garantias para empresas dispostas a participar de grandes projetos de infraestrutura, em uma tentativa de estimular o setor de construção. O governo poderá assumir dívidas de companhias privadas que participem de projetos de no mínimo 1 bilhão de liras (cerca de US$ 469 milhões). No caso de parcerias público-privadas nas áreas de saúde e educação o valor mínimo do projeto cai para 500 milhões de liras.

O primeiro-ministro turco, Recep Tayyip Erdogan, tem prometido fazer o que for preciso para promover US$ 400 bilhões em investimentos, o que levaria o país a se tornar uma das dez maiores economias do mundo até 2023, quando se comemorará um século da proclamação da república.

Mas alguns analistas estão céticos quanto ao projeto das garantias oferecidas pelo Tesouro. Eles temem que a medida enfraqueça a disciplina fiscal. "Essa política determina o fim da disciplina fiscal na Turquia. Pela primeira vez na nossa história o Estado poderá assumir dívidas do setor privado", comenta Hakan Ozyildiz, ex-vice-secretário do Tesouro. "O impacto no mercado no médio e longo prazo será negativo, porque irá prejudicar a disciplina fiscal, que é um dos pontos fortes da Turquia", afirma Fatih Kerecteci, estrategista do banco HSBC.

Para Ozlem Derici, economista-chefe da Deniz Invest, o objetivo de nova política do governo é garantir financiamento para os projetos de infraestrutura, em meio a um ambiente global de redução da liquidez. "É impossível encontrar financiamento para tais projetos, porque o financiamento externo está bastante apertado e os bancos estão relutantes em fornecer crédito", comenta. Fonte: Dow Jones Newswires.

TAGS