PUBLICIDADE
Notícias

Três jornalistas da TV Al-Manar são mortos na Síria

14:00 | 14/04/2014
Três jornalistas que trabalhavam para a televisão Al-Manar, pertencente ao Hezbollah, foram mortos nesta segunda-feira, depois que o carro em que eles viajavam foi atingido por tiros na cidade de Maaloula, na Síria. O ataque ocorreu quando os profissionais filmavam na cidade histórica cristã depois de ela ter sido tomada pelo exército sírio.

A Al-Manar identificou os três como o repórter Hamza al-Haj Hassan, o técnico Halim Allaw e o cinegrafista Mohammed Mantash. Dois outros profissionais também ficaram feridos.

O grupo militante libanês Hezbollah é um firme aliado do governo sírio do presidente Bashar Assad. Combatentes do grupo viajaram para a Síria e têm sido usados para ajudar as tropas locais a garantir a segurança de áreas próximas à fronteira com o Líbano.

Apoiado por integrantes do Hezbollah, o governo sírio tomou pelo menos três comunidades na fronteira com o país vizinho, incluindo Maaloula, ao norte de Damasco.

A Al-Manar afirmou que "homens armados" abriram fogo contra o comboio que transportava a equipe da TV, usando um termo frequentemente empregado por autoridades sírias para se referir aos rebeldes que lutam para derrubar o regime de Assad.

A televisão estatal síria informou que a equipe da Al-Manar foi atingida junto com uma equipe do canal estatal iraniano Al-Alam. Fonte: Associated Press.

TAGS