PUBLICIDADE
Notícias

Taxa de desemprego em países da OCDE sobe a 7,6%

12:50 | 09/04/2014
O desemprego nos 34 países-membros da Organização para a Cooperação e o Desenvolvimento Econômico (OCDE) subiu em fevereiro, em um revés para a recuperação da economia global após três meses seguidos de declínios. A taxa de desemprego avançou para 7,6%, de 7,5% em janeiro, enquanto o número de pessoas sem emprego aumentou para 46 milhões, de 45,8 milhões, segundo pesquisa divulgada hoje pela entidade, formada principalmente por economias desenvolvidas.

A alta do desemprego sugere que o crescimento econômico em países desenvolvidos ainda não é suficientemente forte para gerar uma rápida melhora do mercado de trabalho que, por sua vez, impulsionaria a recuperação ao sustentar os gastos dos consumidores.

Os dados da OCE mostram que, mais de cinco anos após o início da crise financeira, o número atual de desempregados continua 11,4 milhões acima do nível visto em julho de 2008. Por outro lado, o total de pessoas sem emprego caiu 3,8 milhões desde o pico atingindo em abril de 2010.

Entre os mais jovens, a taxa de desemprego da OCDE ficou inalterada em fevereiro, em 15,5%. A faixa mais jovem dos trabalhadores foi particularmente afetada pelo encolhimento do mercado de trabalho nos anos que se seguiram à crise mundial.

Em fevereiro, a taxa geral de desemprego aumentou nos EUA, França, Itália e Coreia do Sul, mas se manteve estável na zona do euro e recuou no Japão. As taxas mais altas foram registradas pela Espanha (25,6%) e Portugal (15,3%). O número mais recente da Grécia é de dezembro e mostrava o desemprego em 27,5%. Fonte: Dow Jones Newswires.

TAGS