PUBLICIDADE
Notícias

Náufrago na Coreia do Sul deixa 295 desaparecidos

06:55 | 16/04/2014
O governo da Coreia do Sul afirmou que 295 pessoas seguem desaparecidas, após um navio afundar na costa sul do país. No total, duas pessoas morreram e 14 ficaram feridas. Entre os tripulantes, 325 eram alunos de ensino médio.

Anteriormente, autoridades sul-coreanas afirmavam que 100 pessoas estavam desaparecidas após o acidente, mas esse número foi revisto e alterado para 295.

O ferry transportava 476 pessoas e tinha como destino a ilha de Jeju quando emitiu um alerta na manhã de quarta-feira, no horário local, após começar a se inclinar para um lado, afirmou o Ministério da Segurança e da Administração Pública. O governo disse que cerca de 95% da embarcação está submersa.

O estudante Lim Hyung-min disse à rede de televisão YTN que ele e outros alunos saltaram no oceano com um colete salva-vidas e nadaram a um bote de resgate. Kim Seong-mok, também em entrevista à YTN, disse que algumas pessoas estavam presas no navio porque a inundação foi muito rápida e a inclinação impediu algumas pessoas de alcançarem as saídas.

Kim disse que estava tomando café da manhã quando sentiu o ferry inclinar, e então ouviu uma batida. Ele disse que o operador fez um anúncio para que todos os passageiros esperassem e não se movessem, e não se lembra de ter ouvido algum anúncio pedindo aos passageiros para escaparem.

A temperatura da água estava a cerca de 12 graus, o suficiente para provocar sinais de hipotermia após 90 minutos a 120 minutos, segundo um funcionário da equipe de resgate.

Os alunos são de uma escola em Ansan, próxima a Seul, e estavam em uma viagem de quatro dias. O ferry partiu do porto de Incheon, ao oeste de Seul, na tarde de terça-feira.

Segundo Lee Gyeong-og, vice-ministro do Ministério da Segurança e da Administração Pública, 16 helicópteros e 34 barcos de resgate foram enviados ao local, além de mergulhadores. Fonte: Associated Press.

TAGS