PUBLICIDADE
Notícias

Incêndio no Chile deixa 12 mortos e destrói 2 mil casas

22:30 | 13/04/2014
Ao menos 12 pessoas morreram na madrugada de domingo e 2.000 casas foram completamente destruídas no porto chileno de Valparaíso, informaram as autoridades locais.

O ministro do Interior, Rodrigo Peñailillo, confirmou os números e anunciou que, diante do maior incêndio dos últimos 60 anos em Valparaíso, a presidente Michelle Bachelet decidiu cancelar as visitas que havia planejado para a Argentina e Uruguai nesta semana.

No início desta segunda-feira Peñailillo se reunirá com outros ministros para analisar os detalhes da situação. Bachelet chegou ao local pela manhã. "A situação é dramática, mas a ajuda está chegando", disse a presidente.

Bachelet informou mais cedo que um efetivo de 2.000 tropas estava no local para garantir a segurança e que 1.250 bombeiros foram deslocados para combater o incêndio. A presidente também alertou que o número de mortos pode subir e que 10 mil pessoas foram evacuadas.

Neste domingo os chilenos começaram a retornar às casas destruídas, de onde resgataram os poucos pertences que restaram das chamas.

O Serviço Médico Legal informou que três das 12 vítimas fatais foram identificadas, mas ressaltou que o trabalho é dificultado pelo estado dos corpos, em sua maioria carbonizados. O Ministério da Saúde anunciou uma vacinação contra gripe e meningite como medida de prevenção.

A presidente do Senado, Isabel Allende, descartou abrir o prédio do Congresso para usar como albergue, mas antecipou que irá pedir aos legisladores que estabeleçam um fundo de ajuda econômica para os prejudicados.

O incêndio começou no sábado à tarde em morros nos arredores da cidade e se espalhou rapidamente devido aos fortes ventos. Cinzas caíram na cidade no domingo de manhã, causando problemas respiratórios entre a população. O balneário vizinho Viña del Mar foi colocado em alerta máximo por causa da proximidade das chamas.

Valparaíso é uma cidade de 250 mil pessoas e declarada como Patrimônio da Humanidade. Fonte: Associated Press.

TAGS