PUBLICIDADE
Notícias

Embaixador da Jordânia é sequestrado na Líbia

15:55 | 15/04/2014
Homens encapuzados em dois carros sequestraram o embaixador jordaniano para a Líbia, Fawaz Aitan, no momento em que ele seguia para o trabalho na capital líbia, Trípoli, informaram os governos dos dois países nesta terça-feira.

"O embaixador jordaniano foi sequestrado esta manhã. O seu comboio foi atacado por um grupo de homens encapuzados a bordo de dois carros civis", ressaltou o porta-voz do ministério Said Lassoued. Segundo uma das autoridades de segurança em Trípoli, o motorista do embaixador foi baleado durante o sequestro.

O governo jordaniano confirmou o sequestro e disse que está investigando o incidente. O primeiro-ministro da Jordânia, Abdullah Nsur, pediu às autoridades líbias que façam o que estiver a seu alcance para garantir a libertação do embaixador. "De acordo com a informação que temos, civis mascarados desconhecidos sequestraram Aitan nesta manhã enquanto ele seguia para trabalhar", afirmou o premiê, em reunião de emergência do Parlamento. Nsur acrescentou que o motorista do carro que transportava o embaixador sofreu ferimentos a bala e está em estado grave.

O ministro das Relações Exteriores da Jordânia, Nasser Judeh, indicou que o país ainda não recebeu nenhuma exigência dos sequestradores e afirmou que essas ações representam "uma manobra perigosa". "Entendemos que a situação da segurança na Líbia é muito difícil. Até agora não recebemos qualquer informação adicional dos sequestradores", afirmou o ministro, citado pela agência de notícias estatal Petra.

A companhia aérea Royal Jordanian disse ter cancelado os voos marcados para hoje a Trípoli após o sequestro. "A RJ está examinando a situação e em contato com as autoridades líbias para tomar uma decisão apropriada sobre a operação de voos para a Líbia", disse em nota a empresa, que também opera voos para Benghazi e Misrata. Fonte: Dow Jones Newswires.

TAGS