PUBLICIDADE
Notícias

Conflitos étnicos matam 34 na região central da Nigéria

16:20 | 27/04/2014
Conflitos entre tribos rivais em um vilarejo na região central da Nigéria deixaram pelo menos 34 pessoas mortas neste domingo, informou o porta-voz do governo do estado de Nasarawa, Sani Musa Mairiga, à agência de notícias France Press. A onda de violência começou um dia antes, quando a milícia da tribo de Eggon atacou o vilarejo de Egan, da etnia Gwandara, depois de uma disputa por terras agrícolas.

"Todas as vítimas eram da tribo Gwandara, cujo vilarejo foi atacado repentinamente por membros do culto Ombatse, da tribo Eggon", explicou Mairiga. "Até agora 34 pessoas foram mortas nos conflitos e várias outras ficaram feridas", acrescentou o porta-voz.

Várias casas e celeiros foram incendiados no ataque, desencadeado por uma disputa por terras agrícolas, na qual um homem da tribo Eggon foi ferido, de acordo com Mairiga. Policiais armados foram destacados para conter o derramamento de sangue, informou.

Conflitos étnicos relacionados à propriedade de terras são frequentes na região central da Nigéria, apesar dos esforços para melhorar as relações entre as tribos diferentes que habitam o local. Em Nawasara, as etnias são formadas por cristãos e muçulmanos. Fonte: Dow Jones Newswires.

TAGS