PUBLICIDADE
Notícias

Chile e Peru não enfrentam risco de tsunami, diz centro

02:00 | 02/04/2014
O Centro de Alerta de Tsunami do Pacífico retirou o alerta de tsunami para a costa do Chile e Peru. Dessa forma, após inicialmente emitir um aviso para toda a região costeira da América Latina, o risco foi completamente afastado.

O centro disse que esse será o boletim final, a não ser que haja informações adicionais. "Para todas as áreas cobertas por esse centro, o alerta de tsunami e observação foi cancelado", informou.

O centro argumentou que as leituras do nível do mar indicam que um tsunami foi gerado e que poderia ter sido destrutivo ao longo da costa perto do epicentro do terremoto, mas decorridas duas horas após o tempo estimado de impacto sem nenhuma grande onda, "as autoridades locais podem assumir que a ameaça passou".

Mesmo assim, algumas áreas costeiras podem enfrentar variações no nível do mar e o perigo para barcos e estruturais próximas à costa pode continuar por várias horas. O centro sinalizou que a orientação de que as áreas estão totalmente seguras deve ser dada pelas autoridades locais.

Momentos antes deste comunicado, o ministro do Interior do Chile, Rodrigo Peñailillo, anunciou que o alerta de tsunami havia sido retirado para o sul e o centro do país, embora mantido para a região norte.

O epicentro do terremoto de escala 8,2, segundo medição do Centro de Pesquisa Geológica dos Estados Unidos (USGS, na sigla em inglês), ocorreu a 95 quilômetros a noroeste da cidade chilena de Iquique, mas o tremor também foi sentido no Peru e na Bolívia.

Mais cedo dezenas de milhares de pessoas deixaram suas casas ao longo dos quatro mil quilômetros de zonas costeiras do Chile, sendo que após o terremoto inicial foram registrados outros 17 tremores, segundo o jornal local emol.

TAGS