PUBLICIDADE
Notícias

Ativistas pró-Rússia liberam reféns no leste da Ucrânia

07:20 | 09/04/2014
O Serviço de Segurança da Ucrânia (SBU, na sigla em inglês) informou nesta quarta-feira que 56 dos 60 reféns que estavam detidos na sede do órgão em Lugansk, no leste do país, foram liberados nesta madrugada. Os separatistas, pró-Moscou, que ocupam o edifício desde o último domingo permitiram a saída depois que deputados conseguiram entrar no local para negociar com os manifestantes. Ninguém ficou ferido.

Em nota, o SBU diz que os parlamentares conseguiram deixar o local sem nenhum tipo de conflito e as negociações seguem "com o objetivo de minimizar o perigo para a vida e a segurança dos habitantes de Lugansk".

Além de Lugansk, os ativistas pró-Moscou invadiram prédios do governo da Ucrânia em Donetsk e Kharkiv. Agora, apenas o prédio do governo regional de Donetsk continua nas mãos dos invasores, que montaram barricadas de pneus e sacos de areia.

O ministro do Interior da Ucrânia, Arsen Avakov, disse hoje que a situação no leste do país será resolvida dentro de 48 horas, com um ultimato aos manifestantes. "Há duas maneiras possíveis de acontecer: por meio de um processo de negociação ou por meio da força", afirmou.

TAGS