PUBLICIDADE
Notícias

Obama e premiê da Ucrânia se reunirão para discutir crise na Crimeia

Autoridades tentam achar uma solução pacífica para a crise na Crimeia, informou neste domingo a Casa Branca

14:50 | 09/03/2014

O presidente Barack Obama e o primeiro-ministro ucraniano Arseni Iatseniuk se reunirão na quarta-feira, em Washington, para tentar achar uma solução pacífica para a crise na Crimeia, informou neste domingo a Casa Branca.

A visita do dirigente ucraniano demonstrará "o forte apoio dos Estados Unidos ao povo da Ucrânia, que exibiu coragem e determinação durante a recente crise", assinalou a presidência americana em um comunicado.

[SAIBAMAIS4]

Além da solução para a crise, os dois dirigentes discutirão o apoio que a comunidade internacional pode dar à Ucrânia para enfrentar seus problemas econômicos.

Na véspera, Obama conversou por telefone com vários dirigentes europeus sobre a situação na Ucrânia.

Obama, que passa o fim de semana em Key Largo, na Flórida, conversou com os primeiros-ministros do Reino Unido, David Cameron, e da Itália, Matteo Rienzi, e com o presidente francês, François Hollande, acrescentou Earnest.

Também conversou com a presidente da Lituânia, Dalia Grybauskaite, e com os presidentes da Letônia, Andris Berzins, e da Estônia, Hendrik Ilves.

O conteúdo das conversas, sobre "a atual situação na Ucrânia", será publicado mais tarde, disse o porta-voz da presidência.

Depois do telefonema com Obama, Hollande declarou que, diante "da falta de progresso" para uma solução da crise na Ucrânia, França e Estados Unidos poderão adotar "novas medidas" contra a Rússia.

AFP

TAGS