PUBLICIDADE
Notícias

Lavrov não participa de reunião sobre Ucrânia em Paris

09:20 | 05/03/2014
Os ministros de Relações Exteriores dos Estados Unidos, Reino Unido e da Ucrânia reuniram-se nesta quarta-feira em Paris para discutir a crise na região ucraniana da Crimeia, mas o chefe da diplomacia russa, ministro Sergei Lavrov, recusou-se a participar do encontro, segundo autoridades britânicas e norte-americanas.

A ausência de Lavrov ressalta o crescente racha entre Moscou e o Ocidente, após o envio de milhares de militares russos para a Ucrânia.

O secretário de Estado norte-americano John Kerry e o secretário de Relações Exteriores britânico William Hague se reuniram nesta quarta-feira para um encontro dos quatro signatários do Memorando de Budapeste - Estados Unidos, Reino Unido, Rússia e Ucrânia - para tentar reduzir a tensão sobre a Crimeia e dar início ao diálogo entre Kiev e Moscou, segundo as fontes.

O memorando de 1994 resultou do desmantelamento do arsenal nuclear de Kiev, que então era o terceiro maior do mundo, em troca de garantias dos Estados Unidos, da Rússia e do Reino Unido de que as fronteiras territoriais ucranianas seriam respeitadas e defendidas.

Washington, Londres e Kiev acusam o presidente russo Vladimir Putin de violar o Memorando de Budapeste, que é considerado um tratado em vigor.

"Bem, estamos gratos por ter aqui nossos amigos da Ucrânia e do Reino Unido...parceiros do acordo de Budapeste de 1994", disse Kerry durante reunião realizada na residência do embaixador norte-americano em Paris. "Infelizmente, há um membro faltando, mas espero que nesta tarde nos encontremos com esse membro adicional."

O ministro interino de Relações Exteriores da Ucrânia, Andriy Deshchytsia, declarou que "é um momento decisivo e importante e esperamos realizar também consultas com a Rússia, de forma bilateral e multilateral".

Autoridades norte-americanas e ucranianas ainda não sabiam como realizar uma reunião entre Lavrov e Deshchytsia. Moscou declarou publicamente que não reconhece o governo de Kiev que assumiu o controle do país após a queda de Viktor Yanukovich.

Kerry vai participar de uma reunião bilateral com Lavrov ainda nesta quarta-feira, também em Paris. A delegação norte-americana pode tentar incluir a Ucrânia no encontro, embora funcionários do governo norte-americano não tenham confirmado esta possibilidade. Fonte: Dow Jones Newswires.

TAGS