PUBLICIDADE
Notícias

Chanceler da Ucrânia afirma que aumenta risco de guerra com a Rússia

"A situação está se tornando inclusive mais explosiva do que era há uma semana", afirmou Andrei Dechtchitsa, ministro das Relações Exteriores

12:33 | 23/03/2014

O risco de uma guerra entre Ucrânia e Rússia aumenta, advertiu neste domingo, 23, o ministro das Relações Exteriores ucraniano, Andrei Dechtchitsa, ao denunciar a mobilização de tropas russas na fronteira leste de seu país.

 Os riscos "aumentam (...) ficam mais elevados", respondeu o chefe da diplomacia da Ucrânia ao ser perguntado pela rede americana ABC sobre as chances de eclosão de um conflito militar entre Kiev e Moscou.

 "A situação está se tornando inclusive mais explosiva do que era há uma semana", disse Dechtchitsa no programa político dominical "This Week".

 "Neste momento, se as tropas russas invadirem as regiões do leste da Ucrânia, será difícil pedir aos ucranianos que vivem lá que não reajam a essa invasão militar", disse o ministro.

 Dechtchitsa afirmou que seu país recorreu a "todas as medidas diplomáticas e sanções econômicas e financeiras para deter a Rússia". Mas, na Ucrânia, "não sabemos o que o presidente russo, Vladimir Putin, tem em mente e qual será sua decisão", completou.

 Diante de manifestantes reunidos na Praça da Independência de Kiev, o secretário do Conselho de Segurança Nacional e Defesa da Ucrânia, Andrei Parubi, havia afirmado que tropas russas estão preparadas para atacar a Ucrânia "a qualquer momento", declarou.

 Quase ao mesmo tempo, o Ministério russo da Defesa indicou que Moscou "respeita todos os acordos internacionais sobre a limitação do número de tropas nas regiões na fronteira com a Ucrânia".

 

AFP

TAGS