Participamos do

Atentado contra ônibus no Paquistão mata 24 peregrinos

17:16 | Jan. 21, 2014
Autor O POVO
Foto do autor
O POVO Autor
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

 Ao menos 24 peregrinos xiitas que retornavam do Irã em um ônibus morreram nesta terça-feira, 21, e outros 31 ficaram feridos, na explosão de uma bomba em uma estrada do sudoeste do Paquistão, anunciaram à AFP autoridades locais.

 Os xiitas, que representam cerca de 20% da população paquistanesa, costumam ser vítimas de sangrentos atentados reivindicados por grupos sunitas vinculados à Al-Qaeda, em particular na região de Quetta.

 Esse ataque, reivindicado por um desses grupos, o Lashkar-e-Jhangvi, ocorreu na localidade de Dringhar, na estrada que liga o Paquistão ao Irã, a cerca de 60 km a oeste de Quetta, capital do Baluchistão, uma província rica em petróleo e gás.

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

 "Pelo menos 24 pessoas foram mortas, e 31 ficaram feridas", declarou o representante do governo local Shafqat Shahwani à AFP, acrescentando que havia 51 passageiros no ônibus no momento da explosão.

 O ministro provincial do Interior, Assad Gilani, informou que dois ônibus viajavam juntos, protegidos por veículos de segurança concedidos pelo governo, e que a bomba atingiu um desses ônibus.

 

AFP

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente