PUBLICIDADE
Notícias

Tunísia: mesma arma foi usada para matar 2 políticos

09:59 | 26/07/2013
O ministro do Interior da Tunísia disse que a mesma arma usada para assassinar um político de esquerda na quinta-feira foi usada em outro crime, cometido em fevereiro. Lotfi Ben Jeddou declarou nesta sexta-feira, durante coletiva de imprensa, que exames mostraram que os tiros disparados na quinta-feira contra Mohammed Brahmi saíram da mesma arma usada para matar o líder opositor de esquerda Chokri Belaid, cinco meses antes.

Dois homens em uma motocicleta atiraram 14 vezes contra Brahmi em frente à sua casa, enquanto ele pegava seu carro. Belaid foi morto de forma parecida.

Ben Jeddou afirmou que a mesma célula islâmica extremista que esteve por trás do assassinato de Belaid é responsável pela morte de Brahmi.

"Os primeiros elementos da investigação mostram a implicação do Boubaker Hakim, que é um grupo extremista salafista", afirmou. Fonte: Associated Press e Dow Jones Newswires.

TAGS