PUBLICIDADE
Notícias

The Guardian aponta fonte de novo escândalo nos EUA

17:22 | 09/06/2013
O jornal londrino The Guardian identificou neste domingo a fonte do vazamento de informação que resultou no mais recente escândalo de espionagem nos Estados Unidos. Trata-se de Edward Snowden, um norte-americano de 29 anos que trabalhava como terceirizado na Agência de Segurança Nacional dos EUA (NSA, na sigla em inglês). A revelação da identidade, segundo o Guardian, foi feita a pedido do próprio Snowden.

"Não tenho a intenção de esconder quem sou, pois sei que não fiz nada errado", declarou Snowden, citado pelo periódico britânico. Segundo a reportagem do Guardian, Snowden encontra-se atualmente em Hong Kong e cogita a possibilidade de pedir asilo, talvez à Islândia.

A NSA, enquanto isso, registrou uma queixa-crime junto ao Departamento de Justiça dos EUA para que o vazamento das informações seja investigado.

Na semana passada, os jornais The Washington Post e The Guardian revelaram a existência de um programa secreto da NSA apelidado de Prism. O programa foi descrito como um meio de dar acesso direto à NSA e ao FBI a sistemas de servidores operados por empresas de tecnologia que incluem Google, Apple, Facebook, Yahoo, Microsoft e Skype.

Na sexta-feira, o presidente dos EUA, Barack Obama, defendeu as medidas de coleta de dados de seu governo, afirmando que os programas ajudam a prevenir ataques terroristas e representam somente "modestas invasões de privacidade" na vida das pessoas. Fonte: Associated Press.

TAGS