PUBLICIDADE
Notícias

Musharraf é desqualificado como candidato no Paquistão

10:43 | 16/04/2013
Juízes paquistaneses desqualificaram nesta terça-feira a candidatura de Pervez Musharraf para as próximas eleições parlamentares do país, um golpe para o ex-governante militar que recentemente retornou de um exílio autoimposto numa tentativa de retomar sua carreira política.

Mais de uma semana atrás, um juiz de um remoto distrito do norte do país, Chitral, concedeu a Musharraf a aprovação para concorrer nas eleições de 11 de maio, embora ele tenha sido desqualificado em outros três distritos por suspender a Constituição e demitir juízes enquanto estava no poder.

O sistema político paquistanês permite que um candidato concorra a várias cadeiras no Parlamento simultaneamente.

Advogados contestaram a decisão tomada em Chitral e nesta terça-feira um tribunal formado por três juízes de apelação do Tribunal Superior, de Peshawar, desqualificou Musharraf como candidato pelo distrito, informaram os advogados Taufiq Asif e Rao Abdur Rahim, que entraram com recurso contra a decisão.

O advogado de Musharraf, Ahmed Raza Kasuri, disse que planeja recorrer da decisão no Tribunal Superior. A decisão desta terça-feira representa um dos maiores golpes ao retorno político de Musharraf, após quatro anos de autoexílio.

Musharraf chegou ao poder após um golpe militar em 1999 e governou por quase uma década antes de ser forçado a sair do cargo e sair do país em 2008, em razão do crescente descontentamento com seu governo. Ele voltou ao Paquistão no mês passado na tentativa de retomar sua carreira política, mas foi recebido por baixos níveis de apoio popular, uma série de problemas legais e ameaças de morte feitas pelo Taleban. As informações são da Associated Press.

TAGS