PUBLICIDADE
Notícias

Japão instalará mísseis em Okinawa para elevar proteção

11:48 | 12/04/2013
O governo do Japão anunciou nesta sexta-feira que vai posicionar mísseis em Okinawa, província mais ao sul do país, a partir deste mês num esforço de aumentar sua capacidade de defesa diante da ameaça de ataques da Coreia do Norte. O ministro da Defesa, Itsunori Onodera, disse que o Ministério instalará o sistema de mísseis Patriot Advanced Capability 3 (PAC-3) em duas bases militares no sul do Japão "na primeira oportunidade, no mês de abril".

Anteriormente, o Ministério planejava fazer as instalações apenas em março de 2015, mas "nós estamos considerando adiantar o plano para proteger a vida das pessoas e suas propriedades contra ataques de mísseis", disse Onodera durante entrevista coletiva.

A decisão ocorre num momento em que o país permanece em estado máximo de alerta sobre um possível lançamento de um míssil de alcance médio da Coreia do Norte e um dia depois de os Estados Unidos ter divulgado um relatório mostrando que Pyongyang tem capacidade de ataques nucleares.

Ao mesmo tempo, a inteligência da Coreia do Sul diz que seu vizinho do norte prepara dois mísseis de médio alcance para lançamento imediato na costa Leste, apesar de a China vir emitindo alertas para evitar movimentos provocativos num momento em que crescem as tensões militares.

As forças armadas do Japão já autorizaram os disparos contra qualquer míssil lançado pela Coreia do Norte contra o território japonês. O país também já instalou os mísseis PAC-3 em sua capital para proteger seus 30 milhões de habitantes.

Onodera acrescentou que o lançamento dos mísseis da Coreia do Norte é "imprevisível, mas que nós vamos continuar em alerta para que possamos agir a tempo".

Analistas dizem que as medidas de Tóquio são preocupantes e que a possibilidade de um míssil cair por engano no território japonês é mais provável do que os ataques para o qual o país vem se preparando. As informações são da Dow Jones.

TAGS