PUBLICIDADE
Notícias

Teólogo brasileiro Frei Betto ganha prêmio Unesco/José Martí

10:03 | 11/01/2013
ABR
ABR

O frade dominicano brasileiro Frei Betto, expoente da teologia da libertação, ganhou nesta sexta-feira o prêmio Unesco/José Martí 2013, anunciou a Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco).

"Frei Betto foi escolhido por seu trabalho como educador, escritor e teólogo, por sua oposição a todas as formas de discriminação, injustiça e exclusão e por sua promoção da cultura de paz e dos direitos humanos", indicou em um comunicado a organização com sede em Paris.

O prêmio será entregue a ele no dia 30 de janeiro em Havana no âmbito da Terceira Conferência Internacional pelo Equilíbrio do Mundo, que marca o 160º aniversário do nascimento de José Martí.

O teólogo e ativista Carlos Alberto Libanio Christo, conhecido como Frei Betto, é autor de mais de cinquenta livros, entre eles "Fidel e a religião", traduzidos a vários idiomas, e durante a ditadura militar no Brasil foi preso duas vezes, primeiro em 1964 e depois entre 1969 e 1973.

O Prêmio Internacional Unesco/José Martí, criado em 1994 por iniciativa de Cuba, recompensa as contribuições de organizações ou indivíduos à "unidade e à integração da América Latina e do Caribe baseadas no respeito às tradições culturais e aos valores humanistas".

 

AFP

TAGS