PUBLICIDADE
Notícias

Rodada de negociações com as FARC chega ao fim

04:50 | 25/01/2013
A delegação oficial da Colômbia para negociações de paz com as Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (FARC) descartou um cessar-fogo por parte do governo, ao fim de mais uma rodada de negociações em Havana.

O chefe da delegação do governo afirmou que isso só acontecerá se os dois lados conquistarem acordos de paz definitivos. "Nós queremos a paz, mas não a qualquer preço", disse o chefe de delegação, Humberto de la Calle.

Esta rodada de negociações esteve centrada na reforma agrária, uma questão fundamental que deu origem à guerra e é decorrente de desigualdades gritantes entre ricos e pobres na zona rural colombiana. Os dois lados relataram progressos em um comunicado conjunto emitido na quinta-feira. A próxima rodada está agendada para começar no dia 31 de janeiro.

Antes das conversações começarem em 19 de novembro, os rebeldes declararam um cessar-fogo unilateral. As FARC pressionaram o governo, mas Bogotá recusou o cessar-fogo. A decisão das FARC de baixar as armas terminou em 20 de janeiro.

Entre as questões da agenda de negociação estão a integração dos guerrilheiros de volta à sociedade civil, tráfico de drogas, direitos das vítimas de guerra e a maneira definitiva para acabar com as hostilidades. As informações são da Dow Jones.

TAGS