PUBLICIDADE
Notícias

Polícia interroga bailarino por agressão com ácido a diretor artístico do Bolshoi

07:41 | 25/01/2013
AFP
AFP

A polícia russa interrogou um bailarino do Teatro Bolshoi na qualidade de testemunha no caso da agressão com ácido sofrida pelo diretor artístico da instituição, Serguei Fillin, informaram nesta sexta-feira fontes oficiais.

"Os investigadores interrogaram na quarta-feira Nikolai Tsiskaridze na qualidade de testemunha. Também foram interrogados colaboradores do teatro, assim como parentes e conhecidos de Serguei Fillin", indicou a polícia, citada pela agência Ria Novosti.

O diretor do Bolshoi, Anatoli Iksanov, desde o início informou sobre "suspeitas específicas sobre pessoas concretas" que poderiam estar envolvidas na agressão contra Fillin, cometida no dia 17 de janeiro.

"Espero que Nikolai Tsiskaridze não tenha ido tão baixo, mas é ele realmente quem se encontra na origem da atmosfera prejudicial do teatro", declarou Iksanov em uma entrevista publicada nesta sexta-feira pelo jornal Izvestia.

"É público e notório que Tsiskaridze criticou de maneira constante o diretor e o diretor-artístico do teatro, independentemente de quem exercesse estas funções. Mas o teatro não acusou Tsiskaridze nem nenhuma outra pessoa", disse na quinta-feira a porta-voz do estabelecimento, Katerina Novikova.

Tsiskaridze, reconhecido artisticamente, mas com uma reputação controversa, acusou a direção do teatro de promover uma campanha de perseguição contra ele.

 

AFP

 

TAGS