PUBLICIDADE
Notícias

Ex-ministro do Egito se livra de acusação de corrupção

15:21 | 05/01/2013
Faruq Hosni, que foi ministro da Cultura do Egito por mais de duas décadas na administração do presidente deposto Hosni Mubarak, foi absolvido de acusações de corrupção e enriquecimento ilícito por uma corte criminal da cidade de Giza neste sábado, segundo uma fonte judicial.

Em setembro, a mídia estatal do país divulgou que Hosni havia sido acusado de desviar 18 milhões de libras egípcias, o equivalente a quase US$ 3 milhões. Hosni também foi acusado por "abuso de poder no exercício de suas funções". O ex-ministro negou todas as acusações, de acordo com a fonte.

No passado, Hosni se envolveu numa polêmica internacional ao dizer a um parlamentar islamita que iria pessoalmente queimar quaisquer livros israelenses que encontrasse em bibliotecas egípcias. As informações são da Dow Jones.

TAGS