PUBLICIDADE
Notícias

Coreia do Sul adverte Norte sobre consequências de novo teste nuclear

Lee Myung-Bak insistiu que a defesa do país deve ser reforçada e que Pyongyang quer aproveitar a transição no governo sul-coreano

08:50 | 31/01/2013
AFP
AFP

O presidente sul-coreano, Lee Myung-bak, após uma reunião urgente do gabinete de segurança, advertiu nesta quinta-feira a Coreia do Norte sobre as "graves consequências" de um terceiro teste nuclear.

Lee Myung-Bak, que entregará o poder em 25 de fevereiro a Park Geun-hye, eleita no fim de dezembro, insistiu que a defesa do país deve ser reforçada e que, na opinião dele, Pyongyang quer aproveitar a transição no governo sul-coreano.

"O governo pede à Coreia do Norte o fim imediato de todas as declarações e ações provocativas, assim como o cumprimento de suas obrigações internacionais, incluindo as resoluções do Conselho de Segurança da ONU", destaca um comunicado.
"Se a Coreia do Norte se enganar e cometer outra ação provocadora, enfrentará graves consequências", completa a presidência.

Pyongyang anunciou na semana passada que deseja executar, em uma data não especificada, outro teste nuclear, em sinal de desafio aos Estados Unidos e em resposta às sanções ampliadas da ONU.

As sanções foram aprovadas pelo Conselho de Segurança da ONU em represália ao lançamento, em 12 de dezembro, de um foguete norte-coreano que colocou um satélite em órbita, o que foi visto por Washington como um teste de míssil balístico.

AFP

TAGS