PUBLICIDADE
Notícias

Acusado de matar a própria família continua sob custódia

13:14 | 21/01/2013
Um menino de 15 anos permanece sob custódia da polícia enquanto os detetives tentam decifrar o que o levou a matar os pais e três irmãos, que foram encontrados mortos em uma casa no estado de Novo México, nos Estados Unidos. O adolescente foi preso por assassinato após um tiroteio no sábado, segundo o tenente Sid Covington.

As autoridades identificaram as vítimas no domingo como sendo Greg Griego, de 51 anos; sua mulher, Sara Griego, de 40; e três de seus filhos, de 9, 5 e 2 anos de idade. A notícia do tiroteio se espalhou rapidamente pela comunidade e autoridades ofereceram seus pêsames por Greg Griego, líder espiritual conhecido por seu trabalho junto aos bombeiros.

As autoridades afirmaram que cada vítima sofreu mais de um tiro e diversas armas foram encontradas na casa. Os detetives agora tentam confirmar quem era o dono das armas. "Estamos analisando o local e coletando evidências", disse Covington. O nome do adolescente acusado pelos assassinatos não foi divulgado, mas foi confirmado que ele é filho de Griego.

As mortes ocorreram somente três dias após o presidente Barack Obama apresentar um pacote de controle de armas que marca o maior esforço para tornar mais rígidas às leis de armas no país em quase duas décadas. O pacote de Obama foi motivado pelo tiroteio ocorrido no mês passado em uma escola de Connecticut, onde um atirador com um rifle comprado legalmente matou 20 crianças e seis adultos. As informações são da Associated Press.

TAGS