PUBLICIDADE
Notícias

Novo governo holandês presta juramento sob críticas

11:32 | 05/11/2012
AFP
AFP

HAIA, 5 Nov 2012 (AFP) - O novo governo pró-europeu holandês do liberal Mark Rutte prestou juramento nesta segunda-feira sob o fogo de críticas pelas medidas de austeridade previstas no acordo de coalizão governista.

Os novos ministros prestaram juramento à rainha Beatriz, na presença do primeiro-ministro Rutte, e posaram para a tradicional foto de família nas escadas do palácio real.

Desde o anúncio do acordo governamental, no dia 29 de outubro, a coalizão é alvo de críticas, por vezes virulentas, de militantes liberais e da oposição devido às medidas de austeridade previstas para economizar 16 bilhões de euros até 2017.

Este acordo, que deve permitir a Haia equilibrar as contas públicas (o déficit público era de 4,7% do PIB em 2011), prevê, em particular, adaptar o preço do seguro médico em função das receitas de cada cidadão.

Uma medida que as classes média e superior holandesas terão que pagar caro, o que provoca a ira dos militantes liberais, por considerar que o partido do primeiro-ministro foi "derrotado" nas negociações, segundo o jornal de esquerda De Volkskrant.

Vários jornais consideravam nesta segunda-feira que o governo teria um início difícil. "Saída em falso", "Início embaçado para o novo governo", intitulavam os jornais populares De Telegraaf e Algemeen Dagblad.amainar.

"O início normalmente festivo de um governo foi embaçado pelo furor popular contra as medidas relativas ao seguro médico, que não vai abrandar", disse o De Telegraaf.
Este problema ameaça a "estabilidade do governo, inclusive antes de ter prestado juramento", previu o De Volkskrant.

As eleições legislativas de setembro são as quintas em 10 anos devido à renúncia de sucessivos governos antes do cumprimento de seus mandatos.

TAGS