PUBLICIDADE
Notícias

Líderes do Sudão e do Sudão do Sul negociam a paz

10:41 | 24/09/2012
Os presidentes do Sudão e Sudão do Sul reuniram-se nesta segunda-feira na Etiópia em meio a pressões para resolverem as antigas disputas que quase levaram os países a mais um conflito armado.

Ex-inimigos de guerra civil, Omar al-Bashir, presidente do Sudão, e Salva Kiir, presidente do Sudão do Sul, enfrentam a ameaça iminente de sanções impostas pelo Conselho de Segurança da ONU caso não cheguem a um acordo, que deveria ter sido aprovado no sábado. As conversas são mediadas pelo primeiro-ministro da Etiópia, Hailemariam Desalegn, e pelo enviado da União Africana, Thabo Mbeki.

"Os presidente encontraram-se, agora estão discutindo questões" que incluem fronteiras contestadas e petróleo, disse o principal oficial do Sul, Deng Alor. De quem é soberania de regiões disputadas ao longo da fronteira - especialmente a região de Abyei - e a implantação de uma zona desmilitarizada, necessária após confrontos violentos, são temas-chave.

O Sudão do Sul conseguiu a independência em 2011, após plebiscito que encerrou décadas de guerra. Em março deste ano, tropas sul-sudanesas invadiram o valioso campo de petróleo de Heglig. Os vizinhos do Norte responderam com bombardeios aéreos, forçando a ONU a ameaçar impor as sanções. As informações são da Dow Jones.

TAGS