PUBLICIDADE
Notícias

AFP - Cerimônia de abertura homenageia a Ciência

07:40 | 30/08/2012
AFP, CIÊNCIA, LONDRES 2012
AFP, CIÊNCIA, LONDRES 2012

O "big bang", a maçã de Newton e as nuvens de guarda-chuvas coloridos: a cerimônia de abertura dos Jogos Paralímpicos de Londres apresentou na última quarta-feira à noite uma viagem de sonhos ao país do saber, feita pelo céu e guiada pelo renomado astrofísico paralítico Stephen Hawking.

A rainha Elizabeth II, acompanhada de seu neto, o príncipe William, e Catherine, declarou o Jogos abertos, dando início a 11 dias de celebração esportiva.

A realeza e cerca de 80.000 espectadores reunidos no Estádio Olímpico de Stratford assistiram a um espetáculo em homenagem à ciência e ao Século das Luzes, que celebrou também um retorno aos primórdios do movimento paralímpico, nascido na Inglaterra.

Após uma exibição aérea inaugural sobre o estádio deixando rastros luminosos no céu, Stephen Hawking apareceu em sua cadeira de rodas, sob uma lua fictícia, pedindo ao público que "observe as estrelas e não (seus) pés", em sua voz característica transmitida por computador.

Representando a teoria do "big bang", a origem do universo, uma esfera incandescente desceu do céu para se chocar contra um guarda-chuva gigante central, causando uma explosão de fogos de artifício. Personagens com guarda-chuvas suspensos no ar realizaram uma coreografia, acompanhados por dançarinos no chão, ao som da música "Umbrella", de Rihanna.

Começa então a trajetória da heroína da cerimônia, Miranda, que deve guiar Stephen Hawking ao longo da noite. Inspirada na personagem de "A Tempestade", de Shakespeare, ela aparece em uma cadeira de rodas, abaixo do guarda-chuva central transformado em metade de um globo terrestre colorido.

Enquanto isso, equações matemáticas eram projetadas nas arquibancadas, assim como palavras como "segurança" e "liberdade". Outros personagens em cadeiras de rodas entram no cenário sobre livros gigantes representando a declaração dos direitos humanos e sobre uma maçã, símbolo da teoria da gravitação universal de Newton.

Locomovendo-se em cadeiras de rodas ou com a ajuda de muletas, os atletas das delegações nacionais desfilaram, aclamados pelo público.

No final, a rainha Elizabeth II, usando um vestido cintilante na cor champanhe, declarou os Jogos oficialmente abertos, assim como havia feito para os Jogos Olímpicos.

A cerimônia teve como diretores artísticos Bradley Hemmings e Jenny Sealey e reuniu mais de 3.000 figurantes.

 

AFP

TAGS