PUBLICIDADE
Notícias

AFP - Papa reitera que celibato pertence à vocação do sacerdote

09:40 | 02/06/2012
MILÃO, 1 Jun 2012 (AFP) - No segundo dia de visita a Milão, o papa Bento XVI reafirmou neste sábado aos sacerdotes e freiras reunidos na catedral que o celibato pertence plenamente a sua vocação, quando as vozes na Igreja se multiplicam para que o casamento sacerdotal seja permitido. Naqueles e naquelas que consagram sua vida à vocação religiosa, "o sinal luminoso da caridade pastoral e de um coração unificado é o celibato sacerdotal e a virgindade consagrada", disse perante centenas de sacerdotes, religiosos e religiosas, diáconos e seminaristas. "Sem nenhuma dúvida, o amor de Jesus vale para todos os cristãos, mas adquire um significado particular para o sacerdote solteiro e por aquele ou aquela que respondeu à vocação da vida consagrada: é apenas e sempre em Jesus que se encontram a fonte e o modelo para repetir constantemente o 'sim' à vontade de Deus", acrescentou o Papa, falando com uma voz firme e improvisando às vezes. Bento XVI não evocou todas as crises morais e espirituais que muitos sacerdotes sofrem, muitas vezes enfraquecidos na sociedade de consumo onde as paróquias se tornam cada vez maiores e mais difíceis de administrar. Na sexta-feira, Bento XVI partiu do Vaticano em plena crise interna para uma visita pastoral na maior diocese da Europa, e para um "encontro mundial de famílias", na presença de católicos de 154 países do mundo. Neste sábado, Bento XVI ainda deve se reunir com milhares de jovens no estádio de San Siro, antes de se encontrar com as autoridades locais e presidir durante a tarde a "festa dos testemunhos" familiares, com 300 mil pessoas no aeroporto de Bresson. jlv/feff.zm/ma

TAGS