PUBLICIDADE
Notícias

AFP - OCDE preve contração de 0,1% da Eurozona

Nos Estados Unidos, o PIB crescerá 2,4% em 2012 (a previsão anterior era de 2%) e em 2013 o resultado será de 2,6%

06:10 | 22/05/2012

PARIS, 22 Mai 2012 (AFP) - A Eurozona permanece paralisada, com um Produto Interno Bruto (PIB) que registrará uma leve contração de 0,1% em 2012, e esta região representa a principal fonte de risco para a economia mundial, segundo as projeções semestrais da Organização para a Cooperação e o Desenvolvimento Econômicos (OCDE).

No relatório anterior, a OCDE previa que a Eurozona (formada por 17 países) teria este ano um crescimento de 0,2%. A organização mantém, no entanto, a previsão de crescimento econômico mundial de 3,4% para este ano.

"Depois de ter amainado um pouco no fim do ano passado, a crise da zona do euro se agravou recentemente e continua representando a principal fonte de risco para a economia mundial", afirma o economista chefe da OCDE, Pier Carlo Padoan.

Em 2013, o PIB da Eurozona crescerá 0,9% e a atividade também será maior em escala mundial, com um crescimento global de 4,2%, destaca a OCDE.

"A economia mundial tenta mais uma vez retomar o crescimento, com base em uma modesta reativação do comércio e uma confiança maior. Mas faz isto com ritmos diferentes, com um crescimento mais vigoroso nos Estados Unidos e Japão que na Eurozona, enquanto os grandes países emergentes registram uma recuperação cíclica moderada", afirma o relatório.

Nos Estados Unidos, o PIB crescerá 2,4% em 2012 (a previsão anterior era de 2%) e em 2013 o resultado será de 2,6%.

"Nos Estados Unidos, o crescimento deve ser reforçado à medida que aumenta a confiança nas empresas e entre os consumidores", destacou a OCDE.

TAGS