PUBLICIDADE
Notícias

Violência na Síria deve parar, defende ministro russo

10:38 | 10/03/2012
O ministro das Relações Exteriores da Rússia, Serguei Lavrov, defendeu hoje que a violência na Síria precisa parar "independente de onde se origine".

A declaração do chanceler russo foi feita durante um encontro de países árabes no Cairo para discutir o conflito entre forças do governo sírio e facções armadas contrárias a Damasco.

"O mais urgente hoje é que a violência pare, independentemente de onde se origine", declarou Lavrov aos chanceleres árabes.

Já o xeque Hamad bin Jassim Al-Thani, ministro das Relações Exteriores do Qatar, qualificou como "genocídio" as mortes de civis na Síria e insistiu em que um cessar-fogo é "insuficiente". As informações são da Dow Jones.

TAGS