PUBLICIDADE
Notícias

Obama diz que diplomacia pode resolver questão iraniana

17:49 | 06/03/2012
O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, disse nesta terça-feira que a diplomacia ainda pode resolver a crise sobre a possível busca iraniana por armas nucleares e acusou seus críticos republicanos de "baterem os tambores da guerra". "Essas pessoas não têm um monte de responsabilidades", disse Obama. "Eles não são comandantes-em-chefe", afirmou o mandatário.

A tensão com o Irã e a preferência de Obama pela diplomacia dominaram a primeira coletiva de imprensa completa que o presidente americano concedeu neste ano, feita no mesmo dia em que o Partido Republicano realiza primárias em 10 Estados para escolher o rival que enfrentará o mandatário nas eleições de 6 de novembro.

Obama disse que suas reuniões nesta semana com o primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu, tiveram a mesma mensagem que seus pronunciamentos públicos. Ele disse que a pressão de Israel para uma ação militar contra o Irã não tem apoio nos fatos. Segundo ele, uma decisão não é necessária em questão de semanas e nem de meses.

Na noite de segunda-feira, Netanyahu disse em discurso na AIPAC, lobby judaico nos Estados Unidos que realiza sua conferência anual, que seu país não viverá "sob a sombra da aniquilação", em referência à suposta ameaça nuclear iraniana. "Infelizmente, o programa nuclear do Irã continua em andamento. Israel tem esperado a diplomacia funcionar, nós temos esperado que as sanções funcionem. Não podemos esperar muito mais", afirmou Netanyahu no fim de segunda-feira. "Como primeiro-ministro de Israel, eu nunca vou deixar meu povo viver sob a sombra da aniquilação".

As informações são da Associated Press e da Dow Jones.

TAGS