PUBLICIDADE
Notícias

Carro bomba atinge posto de verificação na Síria

11:26 | 27/01/2012
Um carro-bomba explodiu num posto de verificação na entrada a cidade de Idlib, noroeste da Síria, nesta sexta-feira, informaram ativistas, sem fornecer dados sobre mortos ou feridos.

"Um carro-bomba explodiu num posto de verificação na entrada da cidade de Idlib", provocando mortes e deixando pessoas feridas, dentre elas funcionários do local, informou o Observatório Sírio pelos Direitos Humanos em comunicado recebido em Nicósia, no Chipre.

O ataque ocorre menos de uma semana após uma bomba colocada à margem de uma via ter matado 11 detentos que eram transportados num caminhão na província de Idlib.

Ativistas sírios relataram nesta sexta-feira a realização de "massacres aterradores" na cidade rebelde de Homs, nos quais mais de 30 pessoas morreram, incluindo crianças pequenas, durante ataques de forças leais ao presidente Bashar Assad.

Moradores disseram à Associated Press que ainda estavam reunindo informações, mas afirmaram que a cidade foi abalada por assassinatos sectários, disparos e explosões.

"Houve um massacre aterrador", afirmou Rami Abdul-Rahman, diretor o Observatório Sírio pelos Direitos Humanos, à AP nesta sexta-feira, e pediu uma investigação independente sobre os assassinatos. A Síria controla com rigidez o acesso a locais turbulentos e geralmente permite que jornalistas se desloquem pelo país somente sob escolta, o que atrapalha as investigações.

Vídeos colocados na internet por ativistas mostram os corpos de crianças em sacos plásticos, colocados um ao lado do outro. Outro vídeo mostra mulheres e crianças com rostos e roupas ensanguentados numa casa. Um narrador diz que toda a família e suas crianças foram "abatidas". A autenticidade dos vídeos não pôde ser verificada.

O Observatório e os Comitês de Coordenação Locais - grupo que reúne vários ativistas - disseram que pelo menos 35 pessoas foram mortas em Homs, mas os dados não puderam ser confirmados. Os dois grupos contam com uma rede de ativistas em toda a Síria.

Segundo o Observatório, 29 pessoas foram mortas na quinta-feira no bairro de Karm el-Zaytoun, em Homs, dentre elas oito crianças, que morreram quando um prédio foi alvo de um pesado ataque com morteiros e disparos de metralhadora.

Os moradores relataram outro massacre ocorrido quando o grupo shabiha - homens armados leais do regime - invadiram o bairro, matando os moradores de um apartamento, dentre eles crianças. " As informações são da Dow Jones e da Associated Press.

TAGS