Participamos do

Comércio ambulante na Beira Mar está proibido aos fins de semana até o Carnaval

Portaria da Prefeitura suspende atividades comerciais aos sábados e domingos e orienta novo funcionamento dos ambulantes
18:43 | Jan. 16, 2021
Autor Ítalo Cosme
Foto do autor
Ítalo Cosme Repórter
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

A partir deste fim de semana, estão proibidas as atividades comerciais dos ambulantes que atuam em Fortaleza na área da Beira Mar, calçadões e praias, situada entre as avenidas Almirante Tamandaré e Rui Barbosa, aos sábados e domingos, até 7 de fevereiro. A medida também vale para o período de Carnaval, que aconteceria de 13 a 16 do próximo mês, mas teve festejos cancelados pelo governador Camilo Santana (PT).

LEIA MAIS| Praia dos Crush é bloqueada para evitar aglomerações

Por meio da Secretaria da Regional II, a Prefeitura de Fortaleza publicou, nessa sexta-feira, 15, a Portaria 01/2021 que suspende as atividades. O texto orienta novo funcionamento das Permissões do Mercado Ambulante em algumas áreas geográficas da avenida Beira Mar, em função da pandemia do coronavírus.

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

Conforme a Agência de Fiscalização de Fortaleza (Agefis), os fiscais realizaram ação educativa na área na manhã deste sábado. "Nos próximos dias, a Coordenadoria de Ordenamento do Território da Regional também fará uma abordagem educativa. A primeira abordagem é orientativa. Caso haja resistência ao cumprimento ou reincidência na irregularidade, é realizada a notificação ou autuação", divulgou em nota.

O órgão frisa ainda que a Portaria está de acordo com o Decreto do Governo do Estado nº 33.899/2021, que suspendeu, em todo o Ceará, festas ou eventos comemorativos de Carnaval, em ambientes abertos ou fechados, promovidos por iniciativa pública ou particular.

No entanto, na tarde de hoje, ambulantes foram surpreendidos com a informação de que não poderiam trabalhar no calçadão. Segundo os os autônomos, a ação difere de anteriores quando eles eram avisados com antecedência. Alguns comerciantes lamentaram a medida imediata por conta dos prejuízos que terão de arcar.

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags