PUBLICIDADE
Fortaleza
NOTÍCIA

Crianças internadas no Hospital Leonardo da Vinci recebem visita de profissionais da saúde fantasiados

Momento foi de encantamento para os pequenos e de emoção para os acompanhantes

15:16 | 26/12/2020
Crianças recebem visita de profissionais da saúde do Hospital Estadual Leonardo Da Vinci (HELV) caracterizados. (Foto: Divulgação/HELV)
Crianças recebem visita de profissionais da saúde do Hospital Estadual Leonardo Da Vinci (HELV) caracterizados. (Foto: Divulgação/HELV)

Crianças internadas no Hospital Estadual Leonardo da Vinci (HELV), referência no tratamento a Covid-19, foram surpreendidas pela visita especial de fadas, bruxa, príncipe, princesa e do Papai Noel nessa sexta-feira, 25. Pensando em levar alegria para o Natal dos pequenos pacientes, os próprios profissionais de saúde da unidade se caracterizaram dos personagens infantis. 

A equipe multidisciplinar protagonizou a história "Um Conto de Natal", conduzindo a narrativa até o surgimento do personagem mais aguardado: o Papai Noel. O bom velhinho fez a festa dos pequenos, distribuindo brinquedos, orações e arrancando sorrisos das crianças, além de deixar os acompanhantes emocionados.

Em imagens divulgadas pelo hospital, os pacientes da ala cirúrgica aparecem encantados. A coordenadora de enfermagem do centro cirúrgico, Cíntia Lima, foi uma das idealizadoras da esquete e classificou a ação como um ato de amor.

"Levar um pouco de alegria à essas crianças é mais que um ato solidário é um ato de amor, ainda mais em um período tão lindo como o Natal", disse por meio de nota.

O momento foi organizado para todas as crianças internadas, incluindo aquelas da Unidade de Terapia Intensiva (UTI) pós-cirúrgica. Neste sábado, 26, até as 14h40min, não havia mais crianças internadas no hospital. Todas receberam alta.

 

Clique na imagem para abrir a galeria

Os pacientes adultos também receberam uma visita especial de outro grupo de profissionais, internados no HELV, com entrega de kits de higiene pessoal e fraldas geriátricas.

O HELV, continua atendendo os casos de Covid-19 e desde outubro vem realizando cirurgias eletivas, dentre elas, nas áreas de otorrinolaringologia, urologia e geral. Foram quase 1.500 procedimentos cirúrgicos em 2 meses.