PUBLICIDADE
Fortaleza
NOTÍCIA

Colégio dos Bombeiros do CE ganha 84 medalhas em olimpíadas nacionais de astronomia e astronáutica

Os estudantes do CMCB conseguiram 72 medalhas na Olimpíada Brasileira de Astronomia (OBA) e 12 medalhas na Mostra Brasileira de Foguetes (MoBFog)

19:51 | 21/12/2020

Apesar das adversidades de 2020, os alunos do Colégio Militar do Corpo de Bombeiros do Ceará (CMCB) conseguiram resultados expressivos em duas olimpíadas nacionais, uma de astronomia e outra de astronáutica. Na Olimpíada Brasileira de Astronomia (OBA), os estudantes do colégio conquistaram 72 medalhas, já na Mostra Brasileira de Foguetes (MoBFog) mais 12 medalhas foram obtidas. No total foram 84 premiações, um dos resultados mais expressivos das redes públicas municipal, federal e estadual em Fortaleza.

Além disso, 16 dos alunos premiados receberam um convite para participar das seletivas para as olimpíadas internacionais de astronomia. O processo visa a formação das equipes que representarão o Brasil na Olimpíada Internacional de Astronomia e na Olimpíada Latino-Americana de Astronomia, ambas em 2021. O CMCB já acumulou 284 medalhas nas duas principais competições brasileiras de astronomia e astronáutica desde a implementação da disciplina curricular de astronomia na escola, há quatro anos. A matéria escolar se limita ao 7° ano, mas, para os alunos que têm interesse na área, pode haver uma extensão do 8º ano em diante.

EX-ALUNO DESTAQUE NO ITA

Um cearense, ex-aluno do Colégio Militar do Corpo de Bombeiros, se formou com a maior média da história dos cursos de Engenharia do Instituto Tecnológico de Aeronáutica (ITA). João de Barros Monteiro Cavalcante, fruto do CMBC, foi diplomado no último sábado (19/12) e conseguiu a média histórica de 9,81.

Antes de ingressar no ITA, o cearense ficou três anos na EPCAR (Escola Preparatória de Cadetes do Ar), quatro anos de AFA (Academia da Força Aérea) e cinco anos exercendo as funções operacionais e administrativas como piloto de caca na FAB (Força Aérea Brasileira).