PUBLICIDADE
Fortaleza
NOTÍCIA

Foragido interestadual especialista em saidinha bancária é preso em Fortaleza

O indivíduo é apontado como integrante de facção criminosa e responsável por aplicar roubos de grandes quantias em diversos estados do Norte e Nordeste do Brasil

Alan Magno
22:34 | 19/11/2020

Com três mandados de prisão em aberto, João Marcelo de Souza Correa, de 41 anos, conhecido como “Marcelo Bonde”, foi encontrado e preso no bairro Carlito Pamplona, em Fortaleza. Ação foi uma empreitada de equipes da Delegacia de Roubos e Furtos (DRF) da Polícia Civil do Estado do Ceará (PCCE). João é apontado como autor de diversos crimes em estados da região Norte e Nordeste do Brasil, incluindo o Ceará.

O suspeito é tido como especialista na aplicação de roubos de grandes quantidades de dinheiro em espécie de pessoas na saída de agências bancárias, conforme divulgou a Polícia Civil. Os mandados de prisão contra ele eram oriundos de Pernambuco e foram cumpridos na tarde da última terça-feira, 17.

João morava na rua do Oriente, na capital cearense, e estava no Estado há pelo menos um ano e meio. As investigações que resultaram na prisão do suspeito contaram com colaboração e troca de informações entre delegacias de diversos estados. No Ceará, João Marcelo é apontado como responsável por assalto a diversas pessoas em um agência bancária no bairro Sapiranga, em Fortaleza, ainda em maio de 2019. Segundo a PCCE, João pode ainda estar envolvido em casos de roubo à empresas de transporte de valores.

O inquérito da Polícia ainda pondera evidências de que João integra uma organização criminosa no Maranhão, sendo investigado pelos crimes de associação criminosa, roubo majorado e uso de documento falso. Boa parte das ocorrências nas quais ele estaria envolvido ocorreram nos estados do Maranhão e Pará, de acordo com informações da PCCE.

Ao ser abordado pelos policiais na residência onde vivia em Fortaleza, João negou as acusações e se apresentou como outra pessoa, utilizando um documento falso. Ao ter a verdadeira identidade comprovada, ele foi preso em flagrante pelo uso do documento falsificado. Após ser conduzido para uma unidade de detenção especializada, ele foi colocado à disposição da Justiça de outros estados.

A Polícia Civil do Ceará pontua ainda a importância da colaboração da sociedade com denúncias e informações e disponibiliza o número (85) 3101-1141 para contato. O sigilo e o anonimato são garantido para todos que colaborarem com as investigações.