PUBLICIDADE
Fortaleza
NOTÍCIA

Suspeito de chefiar facção criminosa é preso com armas, drogas e dinheiro em Fortaleza

Márcio Gleides da Cunha Almeida possui antecedentes criminais por tráfico e associação para o tráfico de drogas. Prisão foi realizada pela Polícia Civil do Ceará

Jéssika Sisnando
20:02 | 04/11/2020
Material apreendido na operação da Polícia Civil  (Foto: via WhatsApp O POVO )
Material apreendido na operação da Polícia Civil (Foto: via WhatsApp O POVO )

Márcio Gleides da Cunha Almeida, de 37 anos, conhecido como Farofa e apontado pela Polícia Civil como chefe de uma facção criminosa, foi preso com armas, drogas, munição e dinheiro no bairro Mondubim, em Fortaleza, nesta quarta-feira, 4.

A prisão foi realizada pela Polícia Civil do Ceará, por meio do Departamento de Polícia Judiciária da Capital (DPJC). Márcio possui antecedentes criminais por tráfico e associação para o tráfico de drogas. 

LEIA MAIS: 

Funkeiro do RJ é preso suspeito de envolvimento com organização criminosa do Ceará

Polícia Civil apreende 250 kg de drogas no Cariri, maior apreensão do ano na Região

Depois de buscas pelo imóvel localizado na rua Friezio Barroso, os policiais civis encontraram três pistolas e 325 munições de calibres 38, 45, 12, 380, .40 e 9mm. Além de 15 carregadores de armas e mais de R$ 6 mil em espécie, que estavam divididas em cédulas e moedas. 

Foram apreendidos também 1,5 quilos de cocaína, 800 gramas de maconha, 11 gramas de crack, uma balança de precisão e apetrechos para fabricação de entorpecentes. O diretor do Departamento de Polícia Judiciária, Danilo Rafanelle, afirmou que a operação foi um trabalho ininterrupto para impedir ações futuras das organizações criminosas. 

Farofa seria chefe da organização criminosa que atua na Área Integrada de Segurança 9 (AIS 9), que abrange o Canidezinho, Conjunto Esperança, Mondubim, Presidente Vargas, Parque Santa Rosa e Prefeito José Walter.