PUBLICIDADE
Fortaleza
NOTÍCIA

No Centro, prédio da Sefaz é iluminado em alusão ao Outubro Rosa

A ideia, segundo o coordenador administrativo financeiro da Sefaz, Saulo Toscano, é alertar sobre a prevenção e a importância do diagnóstico precoce do câncer de mama.

Ismia Kariny
12:13 | 05/10/2020
O prédio da Sefaz reflete a cor rosa desde a quinta-feira, 1º (Foto:  Divulgação/Sefaz)
O prédio da Sefaz reflete a cor rosa desde a quinta-feira, 1º (Foto: Divulgação/Sefaz)

 

A sede da Secretaria da Fazenda do Ceará (Sefaz-Ce), no Centro de Fortaleza, foi iluminada para refletir a cor que caracteriza o movimento de conscientização sobre o câncer de mama: o Outubro Rosa. Para a iluminação, foram instalados 32 holofotes suspensos, com lentes na cor rosa, direcionados para a fachada do prédio histórico da Sefaz, na avenida Alberto Nepomuceno.

A cor rosa sobre a fachada do prédio da Sefaz pode ser vista desde a quinta-feira, 1º. Segundo a secretária da Fazenda, Fernanda Pacobahyba, a ação se une aos esforços da campanha Outubro Rosa, para compartilhar informações sobre o câncer de mama, proporcionando maior acesso aos serviços de saúde e diagnóstico precoce.

Leia também | Outubro Rosa: entidades promovem ações informativas e lives sobre prevenção ao câncer de mama

“As ações realizadas durante o mês contribuem para a redução da mortalidade do câncer de mama da mulher cearense. Então, estamos iluminando a fachada do prédio da nossa sede com a cor rosa, para fortalecer ainda mais essa campanha. É um momento de reflexão e de atenção com o autocuidado, estando sempre atentas ao próprio corpo”, afirma Fernanda, em nota.

A titular da Sefaz lembra ainda que o Governo do Ceará desenvolve diversas ações e políticas públicas para pacientes com câncer. Uma delas é a isenção do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) e do imposto sobre a propriedade de veículos automotores (IPVA).

Câncer de mama

 

O câncer de mama é o tipo de câncer mais comum entre as mulheres no mundo e no Brasil, depois do câncer de pele não melanoma. Embora seja raro, homens também podem ser acometidos pela doença. Contudo, representam menos de 1% do total de casos. O tumor responde, atualmente, por cerca de 28% dos casos novos de câncer em mulheres.

A incidência do câncer de mama é raro antes dos 35 anos de idade, mas o risco aumenta progressivamente, sobretudo em mulheres acima de 50 anos. A prevenção baseia-se no autoexame mensal e na realização de mamografia a cada dois anos.