PUBLICIDADE
Fortaleza
NOTÍCIA

Preso suspeito de chefiar facção criminosa no Bom Jardim e em mais cinco bairros de Fortaleza

O homem de 27 anos, conhecido como Leo Granada, tinha mandado em aberto pelo crime de organização criminosa e já respondia por corrupção de menores, tráfico de drogas e outros crimes

20:35 | 11/09/2020
Um dechavador de maconha no formato de uma granada, em alusão à alcunha do suspeito, foi apreendida junto com celulares, relógios, notebook e caderneta com atividades ilícitas (Foto: Divulgação/SSPDS)
Um dechavador de maconha no formato de uma granada, em alusão à alcunha do suspeito, foi apreendida junto com celulares, relógios, notebook e caderneta com atividades ilícitas (Foto: Divulgação/SSPDS)

Francisco Leonardo da Silva Silvestre, de 27 anos, conhecido como Leo Granada, foi preso nesta sexta-feira, 11, em Maracanaú, Região Metropolitana de Fortaleza (RMF), por suspeita de chefiar uma facção criminosa com atuação no bairro Bom Jardim, em Fortaleza, com atividades ilícitas focadas na comunidade "Luminosa", e também em outros cinco bairros da Capital. Mandado de prisão pela Vara de Delitos de Organização Criminosa foi cumprido após atuação das equipes da Dissuasão Focada do Departamento de Polícia Judiciária da Capital (DPJC).

A prisão foi efetuada por policiais civis no bairro Luzardo Viana, em Maracanaú, nesta manhã. Leo Granada tentou empreender fuga ao perceber a chegada dos agentes, mas teve a ação frustrada. Com ele, foram apreendidos celulares, relógios, um notebook, uma caderneta com anotações sobre atividades ilícitas e um dechavador de maconha no formato de uma granada, em alusão à alcunha do suspeito.

Segundo informações da Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), Leonardo teria atuação como chefe de organização criminosa também nos bairros Conjunto Ceará, Genibaú, Granja Lisboa, Granja Portugal e Siqueira. Ele já responde criminalmente por associação criminosa para o tráfico, posso de entorpecentes, porte ilegal de arma de fogo, corrupção de menores, receptação e tráfico de drogas.

No ato da prisão, Leo Granada foi levado ao 28º Distrito Policial (DP) para cumprir os procedimentos cabíveis. Agora, o suspeito será encaminhado a uma unidade prisional do Estado para cumprir pena pelo crime de integrar organização criminosa. A Polícia Civil do Estado do Ceará aprofunda as investigações sobre o envolvimento de Leonardo em homicídios registrados na área de atuação da facção criminosa.

Danilo Rafanelle, diretor do DPJC, pontua que a importância das equipe de Dissuasão Focada em desarticular crimes do tipo. Em operações ocorridas entre agosto e setembro, cerca de 27 suspeitos de crimes violentos foram presos em Fortaleza.