PUBLICIDADE
Fortaleza
NOTÍCIA

Novo secretário confirma permanência de comandantes da Polícia Civil e dos Bombeiros

Novo secretário elogia André Costa, mas diz que boas políticas são frutos de diferentes administrações

12:02 | 11/09/2020
Sandro Caron: novo titular da SSPDS foi superintendente da Polícia Federal no Ceará de 2011 a 2013 (Foto: Divulgação)
Sandro Caron: novo titular da SSPDS foi superintendente da Polícia Federal no Ceará de 2011 a 2013 (Foto: Divulgação)

Novo secretário da Segurança Pública e Defesa Social do Estado, Sandro Caron assume a pasta com discurso de continuidade ao trabalho que vinha sendo desenvolvido no Ceará. Afirma que já estabeleceu diretrizes para os órgãos vinculados e defende que "cada gestão é uma nova gestão". Em entrevista ao repórter Lucas Barbosa, na manhã desta sexta-feira, 11, confirmou a permanência do delegado geral Marcus Rattacaso à frente da Polícia Civil e do coronel Luís Eduardo de Holanda no Corpo de Bombeiros.

"Fiquei muito satisfeito em ver o trabalho já em desenvolvimento de tecnologia que está à disposição na Segurança Pública do Ceará. Me deixou impressionado", pontuou. "É evidente o excelente trabalho do secretário Mauro Albuquerque à frente da Secretaria de Administração Penitenciária (SAP), isso é fundamental. Não tem como fazer um bom trabalho de segurança pública na rua sem que as coisas estejam organizáveis nos presídios". Para a Polícia Civil, Caron destaca que a principal diretriz é "atingir grupos criminosos na sua estrutura".

Nessa quinta-feira, 10, anunciou a primeira mudança: a entrada do coronel Márcio Oliveira no Comando Geral da Polícia Militar do Ceará, que tinha o coronel Alexandre Ávila à frente. O novo comandante estava à frente do Comando de Policiamento de Rondas e Ações Intensivas e Ostensivas (CPRaio). "Em relação à PM, a ideia é usar o máximo da nossa estrutura. Buscar maiores condições desse policiamento preventivo e ostensivo. Segurança Pública é um sistema. Não adianta ter uma polícia atuando bem e a outra nem tanto. Se uma delas falhar, o sistema vai falhar como um todo", diz. 

Nova gestão

 

Questionado se a gestão seria de continuidade, o secretário parabeniza André Costa pelo trabalho com desenvolvimento de tecnologia, afirma que "cada gestão é uma gestão" e destaca que a mudança de comando das polícias é natural. "Agora venho eu para procurar agregar coisas dentro das experiências que eu tive como gestor na Polícia Federal. É justamente essa troca, essa oxigenação, que vai melhorando as instituições", diz. "O que já se tem de bom no Ceará não é fruto de uma, de duas administrações, é fruto de todo um trabalho que vem sendo desenvolvido aqui há anos".