PUBLICIDADE
Fortaleza
NOTÍCIA

Salões de beleza e clínicas de estética são alvo de criminosos especializados em arrombamentos

Criminosos se adaptam para furtar produto de beleza importados e buscam materiais específicos. Ações geram prejuízo em torno de R$ 20 mil a proprietários

Jéssika Sisnando
21:55 | 11/08/2020
As melhores tesouras foram selecionadas pelos criminosos  (Foto: reprodução/vídeo )
As melhores tesouras foram selecionadas pelos criminosos (Foto: reprodução/vídeo )

Salões de beleza e clínicas de estética de Fortaleza são alvo de criminosos especializados em arrombamentos. Os grupos são especializados em arrombamentos e furtos de produtos de beleza importados. Ações como essas geram um prejuízo em torno de R$ 20 mil aos proprietários.

A tesoura Jaguar, por exemplo, pode chegar a valores como R$ 2 mil, algumas linhas importadas para tratamento de cabelo também custam caro, produtos para aplicação de cílios e micropigmentação que é realizada na sobrancelha e lábios. Esses são os principais produtos furtados pelos criminosos que se especializaram nessas ações. Conforme uma profissional da beleza, que pediu para não ser identificada, pessoas que não trabalham na área dificilmente sabem diferenciar as tesouras, por exemplo.

Conforme uma fonte ligada ao serviço reservado da Polícia Militar, o interesse dos criminosos é apenas em produtos de beleza. Eles sabem quais são os materiais que custam mais caros e os crimes acontecem mais como arrombamentos. Nesses casos, o grupo não furta televisores e equipamentos de som, por exemplo, que estejam no estabelecimento, o foco é o material de beleza.

O POVO visitou um salão de beleza no bairro Conjunto Ceará que foi arrombado na madrugada do dia 2 de agosto. Na ação, uma das funcionárias relata que chegou e a porta estava arrombada. O estabelecimento estava completamente revirado e os criminosos furtaram as tesouras mais caras. O POVO ouviu o relato da proprietária de que os secadores e pranchas de marcas simples foram descartados pelos criminosos.

Os cremes de tratamento também foram selecionados, apenas as marcas importadas foram levados. Para ela, havia o conhecimento do que havia de melhor na área da beleza. Outro detalhe citado pela fonte é que havia venda de roupas e que várias sacolas estavam no estabelecimento. "Eles tiraram as roupas e deixaram no salão. Levaram só as sacolas", afirma.

Segundo a fonte ligada ao serviço reservado, na Cidade dos Funcionários, na última semana, houve uma ação no mesmo perfil. Uma das situações que chamou atenção da fonte é que os criminosos levaram material de micropigmentação. Outro detalhe é que um dos furtos aconteceu um dia depois que o salão comprou novos produtos e fez o anúncio da chegada da nova remessa nas redes sociais.

O POVO procurou informações sobre o caso do arrombamento no Conjunto Ceará e foi informado, por meio de nota da Polícia Civil, que o 12º Distrito Policial investiga o furto que aconteceu no estabelecimento no dia 2. A equipe de reportagem teve acesso ao boletim de ocorrência em que a vítima descreve todos os produtos furtados.

Uma funcionária da área da beleza afirma que existe uma preocupação nesses casos sobre o envolvimento de pessoas que possam ter trabalhado na área da beleza e estética. Pessoas que já conheçam a rotina dos estabelecimentos. Em um dos furtos há relatos que o móvel onde ficava o dinheiro foi revirado, como se as pessoas também soubessem sobre o funcionamento do lugar. Alguns lugares estão investindo em segurança e requisitando o uso de câmeras de segurança, outros preferem colocar trancas modernas para evitar arrombamento.

Conforme a Polícia Civil, a população pode contribuir com as investigações repassando informações que possam auxiliar os trabalhos policiais. As denúncias podem ser feitas pelo número 181, o Disque-Denúncia da Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), para o (85) 3101-5666, da Delegacia do 12° Distrito Policial.