PUBLICIDADE
Fortaleza
NOTÍCIA

Cadeados de ala e celas do IPPOO II onde houve fuga estavam abertos

De acordo com uma fonte ligada ao sistema penitenciário, não há confirmação técnica se esses cadeados foram simplesmente abertos com chaves ou foram arrombados

Jéssika Sisnando
17:32 | 21/07/2020

Os cadeados da cela e da ala do Instituto Penal Professor Olavo Oliveira II (IPPOO II), em Itaitinga, Região Metropolitana de Fortaleza, local de fuga de 17 presos, estavam abertos. A fuga aconteceu na madrugada desta terça-feira, 21.

De acordo com uma fonte ligada ao sistema penitenciário, não há confirmação técnica se esses cadeados foram simplesmente abertos com chaves ou foram arrombados.

Outra fonte, também ligada ao sistema penitenciário, afirma que é impossível que os detentos tivessem acesso para colocar mão nos cadeados e que a unidade é considerada modelo, já passou por reformas e que a estrutura dificulta a fuga dos presos.

Os 17 presos utilizaram uma corda improvisada para fugir. Entre os detentos estavam homens condenados por homicídios e tráfico de drogas.

A fuga, segundo a Secretaria da Administração Penitenciária (Sap), aconteceu por meio de uma "Tereza", uma corda improvisada feita com lençóis. O efetivo que estava na unidade durante a madrugada prestou depoimento na Delegacia de Assuntos Internos (Dai).

Em nota, a Sap afirmou que, para não prejudicar o trabalho da investigação, prefere não detalhar as cenas e elementos do local da fuga.