PUBLICIDADE
Fortaleza
NOTÍCIA

Sob críticas, ala pediátrica do HGF será transferida para o Hospital Albert Sabin

De acordo com a Secretaria da Saúde do Estado (Sesa), transferência "fortalecerá ainda mais o serviço de pediatria" no Albert Sabin e não significará perdas para os pacientes da ala pediátrica do HGF

Matheus Facundo
23:27 | 20/07/2020
Ala pediátrica do HGF dispõe de 36 leitos de enfermaria de pediatria geral (Foto: Barbara Moira)
Ala pediátrica do HGF dispõe de 36 leitos de enfermaria de pediatria geral (Foto: Barbara Moira)

Redirecionada para o tratamento de pacientes com coronavírus durante a pandemia, a ala pediátrica do Hospital Geral de Fortaleza (HGF) deixará de existir na unidade de saúde e será transferida para o Hospital Infantil Albert Sabin (Hias). O processo está em fase inicial de organização. Mudança é criticada por pacientes, que criaram campanha e abaixo-assinado contra a decisão nas redes sociais.

Com a retomada gradativa dos serviços suspensos conta da Covid-19, o setor agora está em planejamento de transição, segundo o HGF. Comunicado da Secretaria da Saúde do Estado (Sesa) afirma que a transferência "fortalecerá ainda mais o serviço de pediatria no Hias" e diz que não ocorrerão perdas para os pacientes da ala pediátrica do HGF.

Idealizada por pacientes do Hospital Geral, a página @voltapediatriahgf, no Instagram, reúne relatos de pessoas que já foram atendidas pela ala de pediatria, que contam histórias de afeto e superação, demonstrando carinho com a equipe de profissionais pediátricos da unidade saúde. Está sendo levantada a hashtag #ficapediatria. O perfil ainda disponibiliza links com espaços para envio de relatos mais pacientes.

Abaixo assinado intitulado "Volta Pediatria HGF", publicado neste domingo, 19, conta com 8.581 assinaturas. O texto ressalta que ala pediátrica do HGF dispõe de 36 leitos de enfermaria de pediatria geral, "além de referência em neurorradiointervenção (AVC pediátrico) para pacientes infanto-juvenis, leitos de Reumatopediatria, bem como suporte para pacientes pediátricos clínicos e cirúrgicos de residências médicas como Oftalmologia, Ortopedia e Otorrinolaringologia".

Modificação, de acordo com a nota enviada pelo HGF, assinada pela Sesa, faz parte do plano de modernização e ampliação do acesso aos serviços de saúde na rede pública estadual. Transferência vai possibilitar incremento nas especialidades de urologia, ortopedia, vascular e oncohematologia do HGF, que atualmente são vinculados à Emergência.