PUBLICIDADE
Fortaleza
NOTÍCIA

Prefeitura afirma que Fortaleza terá fiação subterrânea em diversas vias até novembro

Desde 2019, a instalação de fios aéreos passou a ser proibida, com exceção dos cabos de alta tensão

10:37 | 24/06/2020
A instalação de novos cabos em externo está proibida em Fortaleza  (Foto:  Mateus Dantas / Especial para O Povo, em 24-03-2016)
A instalação de novos cabos em externo está proibida em Fortaleza (Foto: Mateus Dantas / Especial para O Povo, em 24-03-2016)

Seguindo o cronograma ao planejamento urbano da Capital, a Prefeitura de Fortaleza definiu um cronograma com metas para que empresas de energia elétrica, telefonia, internet e similares transfiram as redes externas para áreas subterrâneas em vias que já possuam infraestrutura necessária. Trechos das avenidas Beira Mar, Dom Luís, Desembargador Moreira e Aguanambi, além do entorno do Pólo Gastronômico da Varjota, devem receber as melhorias até o mês de novembro.

De acordo com novo Código da Cidade, aprovado no ano passado, os fios de distribuição devem ser subterrâneos até 2034. A instalação de fios aéreos passou a ser proibida, com exceção dos cabos de alta tensão. É também permitida a substituição de postes, cabeamentos e equipamentos que estejam danificados, bem como o alinhamento e retirada dos fios inutilizados nos postes. O texto trata do planejamento urbano previsto para a capital nos próximos 15 anos. O Objetivo é evitar a poluição visual e demandar menos manutenção.

Segundo o coordenador de Parcerias Público Provadas, Rodrigo Nogueira, a avenida Aguanambi já possui infraestrutura necessária para receber os cabos. Nas avenidas Beira Mar, Desembargador Moreira, Dom Luís e no Polo Gastronômico da Varjota, as instalações estão sendo feitas simultaneamente com as obras de requalificação. A Secretaria Municipal do Desenvolvimento Econômico (SDE) informou que, a princípio, as vias não serão interditadas, e se for necessário, seria pontual de um quarteirão por um ou dois dias.

Em caso de descumprimento, as concessionárias devem pagar multa ao Município, conforme previsto no artigo 515, da Lei nº 270/2019.

Confira o cronograma


Avenida Aguanambi

Trecho entre a avenida 13 de Maio e a avenida Domingos Olímpio, equivalente a 2,4 quilômetros, deve receber as mudanças até 30 de setembro de 2020;


Pólo Gastronômico da Varjota

A rua Ana Bilhar (trecho entre a avenida Virgílio Távora e a rua Manuel Jesuíno) e Rua Frederico Borges (trecho entre a rua Antônio Justa e a avenida Dom Luís), equivalente a 6 quilômetros, deve ter instalação subterrânea até 31 de outubro de 2020;


Avenida Beira Mar

O trecho entre o Mercado dos Peixes e a avenida Rui Barbosa, com 6,4 quilômetros, deve receber as alterações até 30 de novembro de 2020;


Avenida Dom Luís

O trecho entre a avenida Engenheiro Santana Júnior e a rua Tibúrcio Cavalcante, equivalente a 5,2 quilômetros, deve ter novas instalações até 30 de novembro de 2020;


Avenida Desembargador Moreira

O trecho entre a avenida da Abolição e a avenida Dom Luís, com 3 quilômetros, deve ter modificações na instalação de fios condutores até 30 de novembro de 2020.

 

TAGS