PUBLICIDADE
Fortaleza
NOTÍCIA

Imagens de criminosos soltando fogos de artifício em Fortaleza são analisadas pela Polícia

As ações aconteceram na última segunda-feira, 15. O POVO apurou que os fogos seriam uma comemoração da facção Comando Vermelho (CV) que agora integra a a comunidade ds Rosalina.

17:55 | 17/06/2020
Queima de fogos em Fortaleza teria relação com expansão de facção (Foto: Reprodução/ YouTube)
Queima de fogos em Fortaleza teria relação com expansão de facção (Foto: Reprodução/ YouTube)

A Polícia Civil está com investigações em andamento para identificar e prender os criminosos que aparecem em imagens divulgadas nas redes sociais soltando fogos de artifício em alusão a um grupo criminoso na comunidade da Rosalina, Parque Dois Irmãos, em Fortaleza.

As ações aconteceram na última segunda-feira, 15. O POVO apurou que a queimação de fogos seria uma comemoração da facção Comando Vermelho (CV) que agora integra a comunidade da Rosalina.

Reportagem do O POVO apurou que a ação da facção seria de tomar territórios ocupados pelo tráfico de drogas que seriam neutros, ou seja, não teriam concentração de faccionados. No entanto, no caso da Rosalina, a área teria uma concentração de faccionados da Guardiões do Estado (GDE).

O POVO identificou que o responsável pela organização criminosa GDE daquela área estaria preso e o irmão dele seria da facção rival, que tomou o poder na localidade. Dessa forma, integrantes da facção GDE deixaram a Rosalina.

O CV ainda teria dado uma "chance" para que os criminosos rasgassem suas camisas, ou seja, deixassem de integrar o grupo criminoso e entrassem no Comando Vermelho. No entanto, eles teriam optado por ir embora e sido acolhidos por outras áreas que ainda estão com o comando da GDE.

TAGS