PUBLICIDADE
Fortaleza
Noticia

Paredão, drogas e munições são apreendidos; seis pessoas são autuadas em Fortaleza

Denúncia de pertubação do sossego alheio foi recebida por volta das 6 horas da manhã de segunda-feira, 25

21:41 | 26/05/2020
Caso ocorreu no bairro Alto da Balança nessa segunda-feira, 25 (Foto: Divulgação/SSPDS)
Caso ocorreu no bairro Alto da Balança nessa segunda-feira, 25 (Foto: Divulgação/SSPDS)

Cinco adultos e um adolescente de 17 anos foram conduzidos a delegacia e autuados após denúncia de "pertubação do sossego alheio" nessa segunda-feira, 25. Paredão de som foi apreendido, além de munições de arma de fogo, maconha, cocaína e um celular roubado. Ocorrência foi registrada no bairro Alto da Balança.

De acordo com a Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social do Estado (SSPDS), denúncia foi recebida por volta das 6 horas da manhã de segunda-feira. Carro modelo Fiat Argo estava ligado com aparelhagem de som em alta frequência. A aglomeração foi dispersada e as seis pessoas foram levadas à Delegacia da Criança e do Adolescente (DCA) e ao 16º Distrito Policial. Caso foi atendido pelo Batalhão de Polícia de Meio Ambiente (BPMA), da Polícia Militar do Ceará (PMCE)

Com Robson Lourenço da Silva, de 22 anos, foram encontradas oito "trouxinhas" de maconha, cinco cápsulas de calibre .38 e quantia em dinheiro, além de um celular com registro de roubo. Dentro do veículo foram encontradas ainda uma cápsula calibre .40 e cocaína. Robson foi autuado pelos crimes de tráfico de drogas, porte ilegal de arma de fogo, receptação e também por perturbação do sossego alheio, além de infração de descumprimento do decreto de isolamento social.

Os outros quatro adultos assinaram um Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO) pelo descumprimento do decreto de lockdown. Para o adolescente, foi lavrado um Boletim de Ocorrência Circunstanciado (BCO) pelos atos infracionais análogos aos dos adultos.

Denúncias

A população pode ajudar nas ações de combate ao novo coronavírus. Além de cumprir as medidas de isolamento, as pessoas podem denunciar condutas que desrespeitem o Decreto Estadual n° 33.574. As informações podem ser repassadas ao número 190 da Coordenadoria Integrada de Operações de Segurança (Ciops). O sigilo é garantido.