PUBLICIDADE
Fortaleza
NOTÍCIA

Morre a delegada aposentada Ivana Timbó, aos 62 anos, após luta contra o câncer

Ivana Timbó atuou por mais de 30 anos na Polícia Civil

Rubens Rodrigues
09:39 | 26/05/2020
Ivana Timbó estava à frente da Delegacia de Combate a Exploração da Criança e Adolescente em 2016 (Foto: MAURI MELO)
Ivana Timbó estava à frente da Delegacia de Combate a Exploração da Criança e Adolescente em 2016 (Foto: MAURI MELO)

Atualizada às 11h30min

A delegada aposentada Ivana Maria Timbó Pinto morreu na noite dessa segunda-feira, 25, em Fortaleza, aos 62 anos, após luta contra o câncer. Ela estava internada no Hospital do Câncer há 10 dias.

Ivana Timbó tratou um câncer de endométrio e passou por cirurgia há dois anos. No começo deste ano, ela descobriu metástase pulmonar e no cérebro.

De acordo com a sobrinha da delegada, a pediatra Lara Mesquita Pinto, Timbó passou por quimioterapia e radioterapia, mas não resistiu. A familiar expressou "profunda tristeza".

Ivana Timbó atuou na Polícia Civil do Estado do Ceará (PCCE) durante 37 anos e sete meses. 

Na Polícia Civil, prestou serviços nas assessorias administrativa e jurídica da Superintendência, no 1º, 3º e 22° Distritos Policiais. Trabalhou também nas delegacias especializadas de Acidentes e Veículos, da Família e do Menor, de Defesa da Mulher (DDM), da Criança e do Adolescente (DCA).

Ivana esteve à frente da Delegacia de Combate à Exploração da Criança e Adolescente (Dceca), "onde desenvolveu um trabalho de excelência durante 12 anos", diz a Polícia Civil, em nota.

Ainda conforme a PCCE, recebeu nove elogios em sua ficha funcional referentes ao trabalho desenvolvido em seu tempo de serviço. A sobrinha Lara Mesquita comenta que a delegada "exerceu suas funções com uma dedicação sem igual".

"Neste momento de luto, a PCCE agradece e reconhece os relevantes serviços prestados nestes mais de 37 anos de trabalho em prol da instituição e da sociedade cearense. A delegada Ivana Timbó se destacou no combate à exploração de crianças e adolescentes", diz a Polícia Civil, que lamentou o falecimento em nota.

"A PCCE se solidariza com a dor de familiares e amigos, ao passo que coloca o aparato da instituição à disposição", conclui a nota.

O velório será restrito a alguns familiares na funerária Ethernus e o sepultamento ocorrerá no cemitério Parque da Paz, em Fortaleza.