Participamos do

Pedreiro faz placa oferecendo serviços em Fortaleza; policiais mobilizam campanha para ajudá-lo

Para sobreviver e fugir da fome, o pedreiro foi em busca de divulgar seus serviços
19:03 | Mai. 23, 2020
Autor Jéssika Sisnando
Foto do autor
Jéssika Sisnando Repórter
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

Em meio aos 35 mil casos de Covid-19 no Ceará, o pedreiro de 41 anos, Francisco Marcos da Silva, se viu em situação precária. Ele não teve acesso o auxílio emergencial e relata que foi chegando próximo da fome e resolveu seguir os conselhos da filha de cinco anos de idade, Ágatha. Para ajudar no sustento da família, a menininha deu a ideia para que o pai fizesse um cartaz pedindo emprego.

Policiais que foram atender uma ocorrência nas proximidades do Vila União se depararam com pedreiro e a filha. E com a placa dele pedindo por emprego com um número de contato. Sensibilizado, o subtenente Cleiton Santos disse que a patrulha fez uma vaquinha para comprar um almoço para a família, mas antes de deixar o local registrou e divulgou fotografia deles com a plaquinha nas redes sociais.

Em minutos, muitas pessoas entraram em contato oferecendo cestas básicas e também serviços futuros para o pedreiro. Francisco Marcos afirma que agradeceu a ajuda dos policiais e que segue divulgando seus serviços. Ele relata que não entende o motivo de não ter recebido o auxílio emegencial.

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine
Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags