Participamos do

Segurança Pública: 1.500 policiais estão afastados com sintomas do coronavírus

Secretário afirma que há maior contato dos agentes de segurança com a população, pois as pessoas não colaboram e permanecem descumprindo o decreto
20:47 | Mai. 22, 2020
Autor Jéssika Sisnando
Foto do autor
Jéssika Sisnando Repórter
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

No Ceará, 1.539 policiais estão afastados das funções com sintomas do coronavírus (síndrome gripal). Atualmente, são 1.339 policiais militares e aproximadamente 200 policiais civis em todo o estado.

O secretário da Segurança Pública e Defesa Social, André Costa, afirmou que, apesar do trabalho de distribuição de equipamentos de proteção individual, os policiais têm contato com as pessoas e por causa do descumprimento do decreto de ficar em casa, os agentes de segurança acabam em maior contato com as pessoas.

De acordo com André Costa, o fato da população não contribuir tem feito com que os agentes de segurança tenham contato com as pessoas nas ruas e que aconteça a redução de viaturas.  "Não é por redução de combustível, está regularizado, não é por blitz, pois equipes têm sido deslocadas em hora extra", afirma .

André Costa afirma que alguns índices estão piorando e outros melhorando, não especifica quais, mas afirma que a segurança pública também depende da participação da população. (Com informações de Domitilla Andrade) 

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine
Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags